DISCO CROMÁTICO #5 - Escala Tonal (CHROMATIC DISC # 5 - Tonal Scale) - VÍDEO

(clique  para ampliar-click  to enlarge) 


Vamos continuar hoje a série de vídeos sobre Disco Cromático, ou Círculo Cromático, onde estudamos as propriedades das cores, a relação das cores entre si, e como elas estão presentes em tudo na nossa vida e no mundo nos ajudando a enxergar melhor as formas, a ter uma noção melhor de profundidade, de sombra e luz.

Um estudo que nos ajuda muito é quando fazemos a Escala Tonal, a escala de tons. 

Mas o que é "tom"?
O tom refere-se a quanto de luz existe em uma cor. Quando adicionamos branco ou preto a uma cor fazemos graduações que são chamadas de "tons" ou "escalas tonais". Podemos então dizer que "tom" é o quanto de branco ou de preto existe em uma cor.

Para estudar os tons fazemos uma escala com 8, 9 ou mais quadrados em uma folha branca; quanto mais quadrados mais tons teremos, mais "diluída" e completa é a nossa escala.
Let's continue today the series of videos on Chromatic Disc, or Chromatic Circle, where we study the properties of colors, the relation of colors to each other, and how they are present in everything in our life and in the world, helping us to better see the forms, to have a better sense of depth, of shadow and light.
A study that helps us a lot is when we do the Tonal Scale.
But what is "tone"?
The tone refers to how much light there is in a color. When we add white or black to a color we make graduations that are called "tones" or "tonal scales". We can then say that "tone" is how much white or black there is in a color.
To study the tones we make a scale with 8, 9 or more squares on a white sheet; the more squares the more tones we have, the more "diluted" and complete is our scale.


Gosto sempre de começar o estudo com lápis em vez de qualquer outro tipo de tinta porque com o lápis vamos riscando, riscando e compondo nossos tons. Começando suavemente por uma das extremidades da escala fazemos um sombreado quase branco, apenas manchando o papel. Podemos usar um esfuminho e uma borracha maleável pra ajudar em todo o processo.
I always like to start studying with pencil instead of any other type of ink because with a pencil we will scratch and compose our tones. Starting gently at one end of the scale we make an almost white shading, just staining the paper. We can use a smudge and a soft rubber to help throughout the process.



É bem simples, mas requer treino porque nossos olhos podem nos enganar. Vamos fazendo um pouco mais de força no lápis a cada quadrado, para que um tom seja mais escuro que o tom anterior, sim, porque começamos com o tom "quase branco" mas existem pessoas que preferem começar com um quadrado preto e depois vão clareando os quadrados seguintes gradativamente até chegar ao "quase branco".
It is very simple, but it requires training because our eyes can deceive us. We go on by doing a little more force in the pencil to each square, so that a tone is darker than the previous tone, yes, because we start with the tone "almost white" but there are people who prefer to start with a black square and then go lightening the following squares gradually until they reach the "almost white".




O olho humano enxerga bem de 3 a 5 ou até 6 tons de uma mesma cor dentro de uma mesma pintura, então é preciso escolhermos os tons com cuidado, de preferência intercalados pra que nossos olhos enxerguem a diferença. Quando escolhemos tons que são vizinhos na Escala Tonal, temos que coloca-los um pouco afastados para que nossos olhos os vejam distintamente e não como se fossem um só tom.
The human eye sees  3 to 5 or even 6 tones of the same color within the same painting, so we must choose the tones carefully, preferably interspersed so that our eyes can see the difference. When we choose tones that are neighbors in the Tonal Scale, we have to put them a little apart so that our eyes see them distinctly and not as if they were a single tone.


Com os tons vemos a profundidade, a distância que os objetos estão uns dos outros (a perspectiva também tem grande papel nisso) e percebemos também o volume dos objetos, entre outras coisas.
Fazemos escalas tonais de todas as cores e matizes, quanto mais experimentamos e treinamos, melhor!
With the tones we see the depth, the distance that the objects are from each other (perspective also plays a big part in this) and we also perceive the volume of objects, among other things.
We make tonal scales of all colors and shades, the more we try and train, the better!


O Valor Cromático (Fator de Pureza) é a quantidade de luz em uma cor, por exemplo, um azul claro tem valor mais alto que um azul escuro, isto é, tem mais luz que um azul escuro e por esse motivo numeramos a Escala Tonal, onde o zero é a cor quase branca.
The Chromatic Value (Purity Factor) is the amount of light in a color, for example, a light blue has a higher value than a dark blue, that is, it has more light than a dark blue and for this reason we number the Tonal Scale , where zero is the almost white color.



Os quadrados servem pra que nossos olhos percebam o limite dos tons: onde acaba um e começa o outro. Quando tiramos esse limite fazemos uma Escala de Graduação, muito comum de ser feita em aquarela, aliás, o estudo de escala de cores usando aquarela, pra mim, é o melhor. A tinta flui bem, podemos gradua-la com mais ou com menos água e seca rápido. 

Então, vamos lá! Pegue suas tintas, uma folha em branco, lápis e vamos treinar! Quanto mais, melhor!
The squares serve so that our eyes perceive the limits of the tones: where one ends and the other begins. When we remove this limit we do a Graduation Scale, very common to be done in watercolor, in fact, the study of color scale using watercolor, for me, is the best. The paint flows well, we can graduate with more or less water and dries fast.
So let's go! Get your paints, a blank sheet, pencils and let's practice! The more the merrier!


VÍDEO:

https://youtu.be/4ibLjHxFoBk

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.